“Relação com Deus é o primeiro passo para uma sociedade mais humana”, observa o Papa
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Vela de Natal

“Relação com Deus é o primeiro passo para uma sociedade mais humana”, observa o Papa
Gaudium Press - 2012/01/13

Cidade do Vaticano (Quinta-feira, 12-01-2012, Gaudium Press) Na última quinta-feira, 12, na Sala Clementina do Palácio Apostólico, o Papa Bento XVI recebeu em audiência privada, como é de costume nesta época do ano, os administradores da Região Lácio, do Município e da Província de Roma.

2012-01-12T163616Z_978901940_GM1E81C1T9901_RTRMADP_2_POPE.JPG
Papa cumprimenta a presidente da Junta Regional do Lácio, Renata Polverini

O Santo Padre pediu aos administradores "um renovado humanismo no qual a identidade do ser humano tenha a categoria de pessoa". Falando sobre vários temas, o Papa pediu às autoridades para "favorecerem o crescimento da consciência de ser parte de uma única realidade da família humana, onde são respeitadas as pessoas, e construído um futuro baseado na fraternidade, caridade e solidariedade".

Em seu discurso, o pontífice voltou ao tema da crise econômica e financeira. Partindo do significado do termo "crise", o Papa chamou a atenção para a reflexão sobre as origens da situação para "verificar se os valores colocados como fundamento do viver social geraram uma sociedade mais justa, imparcial e solidária".

Desejando um "renovado humanismo no qual a identidade do ser humano tenha a categoria de pessoa", Bento XVI reafirmou a necessidade de superar o individualismo que "obscurece a dimensão de relação do homem e o leva a se fechar no próprio pequeno mundo". Segundo o pontífice, o homem, ao contrário, é "um ser chamado a viver em relacionamento. E somente Deus é o único capaz de dar ao homem uma acolhida incondicional e um amor infinito".

Sobre a vida social, o pontífice pediu aos administradores para "reforçar o valor da solidariedade e para elaborar na sociedade um lugar para a caridade e justiça". Reforçando seu pedido, Bento XVI solicitou o oferecimento de um "apoio especial" e condições melhores para uma vida digna às famílias, em particular as numerosas; e a defesa da família fundamentada no matrimônio.

"Uma sociedade solidária", concluiu o discurso o Santo Padre, "deve sempre ter como objetivo o futuro das novas gerações".

A audiência privada do Papa com os administradores da Região Lácio, do Município e da Província de Roma acontece todos os anos. Estiveram presente Renata Polverini, presidente da Junta Regional do Lácio, Giovanni Alemanno, prefeito de Roma; e Nicola Zingaretti, presidente da Província de Roma.

 

Votar Resultado 1  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.