Conferência Episcopal dos Estados Unidos cria decálogo para bem viver o Ano da Fé
Acesse sua conta Login
Faça parte Cadastrese!
Arautos do Evangelho
Arautos Podcast contato Contato Rezem por mim
  Livro Dr Plinio de Mons João Clá

Conferência Episcopal dos Estados Unidos cria decálogo para bem viver o Ano da Fé
Gaudium Press - 2012/10/03

Washington (Terça-feira, 02-10-2012, Gaudium Press) Com o intuito de bem celebrar o Ano da Fé, que será iniciado no próximo dia 11, o Presidente da Comissão para a Evangelização e a Catequese da Conferência Episcopal dos Estados Unidos (USCCB), Dom David Laurin Ricken, apresentou dez simples conselhos para viver bem esse período.

O primeiro conselho é participar da Santa Missa. "Uma participação regular na Missa reforça a própria fé através das Escrituras, o Credo, as orações, a música sagrada, e a homilia, recebendo a Comunhão e formando parte de uma comunidade de fé", afirmou o prelado.

usccb_logo.jpg

Confessar-se é o segundo conselho dado pelo prelado. "Os católicos recebem forças e aprofundam sua fé celebrando o sacramento da Penitência e da Reconciliação". A Confissão "convida a voltar-se a Deus, a expressar a dor pelas quedas, e a abrir nossa vida à potência das graças sanadoras de Deus. Perdoa as feridas do passado e dá força para o futuro".

Em terceiro lugar está "conhecer a vida dos Santos". Se bem seguido, esse conselho ajudará os fiéis a terem exemplos válidos de como viver uma vida cristã, através de diferentes formas de trabalho.

A leitura diária da Bíblia é o quarto conselho. Ela oferece um acesso direto à Palavra de Deus e narra a salvação dos homens "não se pode prescindir da Bíblia para um são crescimento durante o Ano da Fé".

O quinto conselho é a leitura dos documentos do Concílio Vaticano II, que celebra este ano seu 50º aniversário.

Estudar o Catecismo da Igreja Católica é outro ponto fundamental, o sexto conselho, e serve com "um verdadeiro recurso para crescer na compreensão da fé".

Como sétimo conselho está ser voluntário na paróquia, pois o Ano da Fé "não pode limitar-se ao estudo e sua reflexão", e assim "os carismas de todos ajudarão a construir a comunidade". Acompanhar musicalmente a liturgia, fazer as leituras, dar catecismo, entre outros atos fazem parte desse voluntariado.

Ajudar os necessitados é o oitavo conselho. "A Igreja pede aos católicos fazer doações de caridade e socorrer aos mais necessitados durante o ano da Fé, pois no pobre, no marginalizado, e no vulnerável, se encontra Cristo pessoalmente".

Convidar amigos e conhecidos para participarem da Celebração Eucarística é o nono conselho. "Um convite pessoal pode realmente fazer a diferença para alguém que tenha se distanciado da fé ou se sinta um estranho dentro da Igreja. Todos conhecemos alguém assim."

O último conselho dado por Dom Ricken é o de encarnar as Bem-aventuranças na vida diária, afim de crescer na humildade, paciência, justiça, misericórdia, transparência e liberdade. (EPC)

Com informações da EWTN.

Votar Resultado 1  Votos

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.