Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
Artigos


Rosário


Instituição da Eucaristia na última ceia
 
AUTOR: MONS. JOÃO CLÁ - LIVRO O ROSÁRIO A ORAÇÃO DA PAZ
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
0
0
 
Que mais poderia nos ter dado Jesus? Fez-se comida e bebida para podermos participar eternamente da sua própria vida. Quando o sacerdote pronuncia as palavras da consagração, opera-se, por ação divina, a transubstanciação do pão e do vinho no Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: “Tomai e comei, isto é meu corpo”. Tomou depois o cálice, rendeu graças e deu-lho, dizendo: “Bebei dele todos, porque isto é meu sangue, o sangue da Nova Aliança, derramado por muitos homens em remissão dos pecados. Digo-vos: doravante não beberei mais desse fruto da vinha até o dia em que o beberei de novo convosco no Reino de meu Pai” (Mt 26, 26-29).

Que mais poderia nos ter dado Jesus? Fez-se comida e bebida para podermos participar eternamente da sua própria vida. Quando o sacerdote pronuncia as palavras da consagração, opera-se, por ação divina, a transubstanciação do pão e do vinho no Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ao comungarmos, nós nos assemelhamos a Maria, por momentos, possuindo o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus em nosso claustro interior.

Por este Mistério, peçamos a Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento a graça de crescer ardorosamente na devoção eucarística, e de jamais perdermos a oportunidade de comungar com toda a fé, esperança e amor.
(Pausa para meditação)

Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó meu Jesus…

Graças do Mistério da instituição da Eucaristia, descei em nossas almas. Amém

Orações Finais: Pai Eterno, Infinitas graças, Salve Rainha e Ladainha de Nossa Senhora.

 
Comentários