Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
Notícias


Notícias


Igreja da Inglaterra também está pronta para participar da Olimpíada
 
AUTOR: GAUDIUM PRESS
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
0
0
 

Londres (Terça-feira, 17-07-2012, Gaudium Press) A Igreja da Inglaterra também está pronta para participar dos Jogos Olímpicos de Londres e fazer do evento esportivo não apenas uma série de competições, mas um oportunidade para encarnar verdadeiramente o espírito olímpico de um modo cristão, disse esta semana o arcebispo de Westminster, Dom Vicent Nichols ao Vatican Insider.

O evento mundial começa no próximo dia 27 de julho e a participação da Igreja se dará através de um movimento chamado “More than Gold” (“Mais que o Ouro”, em inglês). A iniciativa não é novidade e acontece em toda Olimpíada, unindo diversas Igrejas em um trabalho conjunto para apoiar os Jogos.

Westminster_abbey_west.jpg
Abadia de Westminster
 

Dentro da iniciativa, Dom Vincent explica que a Igreja no país já se mobiliza para receber as famílias dos atletas que querem ver seus filhos e filhas, mas que não tempo, nem como arcar com as despesas de um hotel. “Encontramos centenas de pessoas dispostas a compartilhar sua casa com estas famílias”, declara o prelado.

O movimento possibilita também que jovens ligados à Igreja em Londres tenham uma experiência mais próxima da Olimpiada. “Por exemplo, os que participam de projetos sociais terão a possibilidade de assistir às competições todos juntos nas paróquias locais”, explica.

Segundo o arcebispo, embora os Jogos sejam em Londres, o trabalho da Igreja junto ao evento vem abrangendo todo o país. Dom Vicent informa que, na esteira do evento, foi criada uma Fundação João Paulo II para o esporte na Inglaterra, mas que, conforme o prelado, permancerá mesmo findada a Olimpíada.

“Trata-se de uma organização que tratará de ajudar a estruturar escolas e organizações católicas no país, a fim de que os jovens dos bairros com dificuldades possam ter a oportunidade de praticar esporte em vez de estarem nas ruas. Mas, seguindo a visão do papa Wojtyla, a fundação tratará de trabalhar com o espírito, além de fazê-lo com o corpo, para integrar o bem-estar físico com o espiritual”, afirma Dom Vicent.

Outra iniciativa envolvendo não só Londres, mas também a Inglaterra como um todo, explica o prelado, foi “A Chama”, que reuniu entre 8 e 9 mil pessoas para falar da chama da Fé. Durante o evento, alguns atletas olímpicos explicaram de que maneira a fé cristã que eles possuem é importante para sua formação atlética.

Dom Vincent explica também que, bem antes dos Jogos Olímpicos, o trabalho da Igreja já vem sendo realizado junto aos estudantes. Conforme o prelado, há um ano, as escolas católicas têm aproveitado o evento esportivo para educar a respeito das virtudes tradicionais, destacando que “se os atletas treinam para uma competição, nós treinamos para ser cidadãos virtuosos”.

Em relação às cerimônias litúrgicas para comemorar a realização do evento na capital do país, o arcebispo informa que haverá uma Missa de abertura na Catedral de Westminster no dia 28 de julho, um dia depois do início oficial dos Jogos. O prelado informa também que haverá uma cerimônia de encerramento e conlusão dos Jogos Paraolímpicos, que acontecerão na sequência da Olimpíada. (BD / DA)

 
Comentários