Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
Notícias


Notícias


Massivo número de fiéis, em Coimbra, Portugal, visitam relíquia da rainha Santa Isabel
 
AUTOR: GAUDIUM PRESS
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
0
0
 

Coimbra (Quarta-feira, 04-07-2012, Gaudium Press) Uma massivo número de fiéis de vários cantos de Portugal e do mundo tem visitado o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, na Diocese de Coimbra. O motivo: ver a relíquia da mão da rainha Santa Isabel.

Como informou o pároco local, Padre António Sousa, à Agência Ecclesia, a visita dos peregrinos tem formado filas ininterruptas no templo. O sacerdote informou também que a manifestação de devoção dos fiéis deve se prolongar até a próxima segunda-feira, 09 de julho.

A mão de Santa Isabel é posta para exposição apenas em ocasiões especiais, geralmente efemérides da Igreja Católica ou relacionadas com a vida da rainha. Este ano, por exemplo, celebra-se o 4.º centenário da primeira abertura do túmulo.

As festividades em honra à San Isabel estão sendo realizadas em Coimbra desde o dia 24 de junho e se prolongarão até domingo. Hoje, 04, a Igreja Católica celebra a memória litúrgica da rainha. E amanhã, 05, será realizada a chamada procissão penitencial, na qual a imagem sairá do mosteiro de Santa Clara-a-Nova para a Igreja de Santa Cruz, onde ficará o domingo.

Entrevistado pela Agência Ecclesia a respeito da devoção pela santa, o presidente da Confraria da rainha Santa Isabel, António Rebelo, declarou que a fama dela já ultrapassou as fronteiras. Conforme ele, a rainha santa conseguiu “criar empatia com o povo devido à forma como viveu a sua vida e praticou as virtudes cristãs”.

Santa Isabel
Conhecida pela sua atenção aos pobres, Santa Isabel nasceu em 1271. Era filha dos reis de Aragão e casou com Dom Dinis, rei de Portugal na época, tornando-se assim rainha. Contudo, logo após a morte do seu marido, tomou o hábito da Ordem Terceira de São Francisco

Santa Isabel morreu no ano 1336, quando mediava o acordo de paz entre seu filho e seu genro. Seu túmulo encontra-se em Santa Clara-a-Nova. O culto à santidade da rainha Isabel nasceu da fama popular, logo após a sua morte em Estremoz. A rainha foi beatificada em 1516 e canonizada em 1625.

 

 
Comentários