Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
Serviços


Via Sacra


II Estação – Jesus carrega a Cruz às costas
 
AUTOR: MONS. JOÃO CLÁ DIAS, EP
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
0
0
 

V/. Nós Vos adoramos, ó Cristo, e Vos bendizemos.

R/. Porque pela Vossa Santa Cruz remistes o mundo.

 

2.jpg Ele próprio carregava a sua cruz para fora da cidade, em direcção ao lugar chamado Calvário, em hebraico Gólgota (Jo 19, 17).

 Em verdade, Ele tomou sobre si nossas enfermidades, e carregou os nossos sofrimentos (Is 53, 4).

 Jamais um romano poderia ser condenado à morte de crucifixão, por ser a cruz o símbolo máximo da de­sonra, reservada aos piores criminosos. Mas o sinal da vergonha por excelência foi abraçado por Jesus, “Ele próprio carregava a sua cruz…”

 Neste passo da Paixão, Jesus toma sobre Seus ombros adoráveis os meus pecados. Entretanto, o Divino Redentor é Rei tão grandioso que transformará a cruz em objeto de elevada nobreza e distinção. Ela será co­locada no alto das igrejas, nas coroas dos reis… e será a paixão dos santos.

 Que devo eu oferecer a Jesus neste momento em que O vejo beijar a cruz?

 Ó Jesus meu! Ao ver-Vos ajoelhado para abraçar o instrumento do Vosso suplício, lanço-me a Vossos pés contrito e humilhado. Consumi todas as minhas culpas na Vossa infinita misericórdia e transformai-as em mais uma coroa de Vossa glória.

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória.

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores

R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

R/. Amém.

 

 

 
Comentários