Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
12
1

Sexta-feira, 21 de Junho de 2019.

Santo do dia: São Luís Gonzaga, religioso; São Leufredo, abade
Cor litúrgica: branco

Evangelho do dia: São Mateus 6, 19-23

Primeira leitura: Coríntios 11, 18.21-30
Leitura da segunda carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos, 18já que muitos se gloriam segundo a carne, eu também me gloriarei. 21O que outros ousam dizer em vantagem própria, eu também o digo a meu respeito, embora fale como insensato. 22São hebreus? Eu também. São israelitas? Eu também. São da descendência de Abraão? Eu também. 23São servos de Cristo? Como menos sensato, digo: eu ainda mais. De fato, muito mais do que eles: pelos trabalhos, pelas prisões, pelos açoites sem conta. Muitas vezes, vi-me em perigo de morte. 24Cinco vezes, recebi dos judeus quarenta açoites menos um. 25Três vezes, fui batido com varas. Uma vez, fui apedrejado. Três vezes, naufraguei. Passei uma noite e um dia no alto-mar. 26Fiz inúmeras viagens, com inúmeros perigos: perigos de rios, perigos de ladrões, perigos da parte de meus compatriotas, perigos da parte dos pagãos, perigos na cidade, perigos em lugares desertos, perigos no mar, perigos por parte de falsos irmãos. 27Trabalhos e fadigas, inúmeras vigílias, fome e sede, frequentes jejuns, frio e nudez! 28E sem falar de outras coisas, a minha preocupação de cada dia, a solicitude por todas as igrejas! 29Quem é fraco, que eu também não seja fraco com ele? Quem é escandalizado, que eu não fique ardendo de indignação? 30Se é preciso gloriar-se, é de minhas fraquezas que me gloriarei! 

- Palavra do Senhor 
- Graças a Deus

Salmo 33 (34)

- Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

R: O Senhor liberta os justos de todas as angústias!

- Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu e de todos os temores me livrou.

R: O Senhor liberta os justos de todas as angústias!

- Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

R: O Senhor liberta os justos de todas as angústias!

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 6, 19-23

Aleluia, Aleluia, Aleluia.
Felizes os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus (Mt 5,3);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 19“Não junteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem e os ladrões assaltam e roubam. 20Ao contrário, juntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça e a ferrugem destroem nem os ladrões assaltam e roubam. 21Porque onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. 22O olho é a lâmpada do corpo. Se o teu olho é sadio, todo o teu corpo ficará iluminado. 23Se o teu olho está doente, todo o teu corpo ficará na escuridão. Ora, se a luz que existe em ti é escuridão, como será grande a escuridão”. 

- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

Comentário ao Evangelho por São João Cassiano
Instituições «Sobre os oito pensamentos de malícia», n.º 2, 2-3; 2, 16-17

O discernimento é a lâmpada da alma

O discernimento é, efetivamente, o olho e a lâmpada da alma, segundo esta palavra do evangelho: «A lâmpada do teu corpo são os olhos. Se o teu olhar for límpido, todo o teu corpo ficará iluminado. Mas se o teu olhar for mau, todo o teu corpo andará nas trevas. E se a luz que há em ti são trevas, como serão grandes essas trevas!» O discernimento examina todas as ideias e as ações do homem, e rejeita e dispersa tudo o que é mau e desagradável a Deus, protegendo-o das quedas. [...]

É também ao discernimento que o apóstolo se refere ao dizer: «Que o sol não se ponha sobre a vossa ira» (Ef 4,26). Ele é igualmente o leme da nossa vida, conforme está escrito: «Aqueles que não têm rumo caem como folhas» (Prov 11,14, LXX). No discernimento está a sabedoria, nele a inteligência e o juízo, sem os quais não podemos construir a nossa morada interior nem acumular riquezas espirituais, segundo aquela palavra: «É pela sabedoria que se eleva uma casa e pela inteligência que ela se firma, pelo juízo que os cofres se enchem de riquezas» (Prov 24,3-4, LXX). Ele é o alimento sólido dos homens adultos, cujo senso é exercido pelo hábito de discernir o bem do mal (cf Heb 5,14). Todos estes textos mostram claramente que, sem o carisma do discernimento, a virtude não se pode estabelecer e permanecer firme até ao fim, porque é o discernimento que gera e conserva todas as virtudes. [...]

Esforcemo-nos, pois, com todas as nossas forças e todo o ardor, por adquirir o carisma do discernimento, que poderá proteger-nos de dois excessos opostos. Com efeito, como dizem os Padres, os excessos num ou noutro sentido são igualmente prejudiciais. [...] Por estes ensinamentos e muitos outros, o santo abade Moisés encheu-nos de alegria, para que pudéssemos glorificar o Senhor, que dá tamanha sabedoria àqueles que O temem. A Ele a honra e o poder pelos séculos. Amen.

 
Comentários
Participante - 21 de Junho de 2019
Glória a vós , senhor !