Fale conosco
 
 
Receba nossos boletins
 
 
 
Arautos


Arautos


Os segredos escondidos nos castelos da infância
 
PUBLICADO POR ARAUTOS - 23/08/2019
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
7
6
 

Os segredos escondidos nos castelos dos Arautos do Evangelho. O visitante pode apreciar a beleza do estilo gótico, cercado pela natureza tropical. A literatura infantil povoava a mentalidade da criança com personagens especiais: príncipes, fadas e bruxas. Eles viviam em belos castelos. O progresso trouxe o uso das "telas",  o que pensam os especialista sobre isso?


Os mistérios dos castelos dos Arautos

Os castelos, as fadas e as bruxas eram o sonho de toda criança, escondidos na inocência da primeira idade. Em um tempo não muito remoto, esse imaginário foi muito bem aproveitado por Walter Disney que criou seus personagens tendo em vista essa apetência infantil.

As histórias criadas pelo produtor cinematográfico americano sabiam explorar o maravilhoso nas crianças. Elas, também, reforçavam a existência de dois mundos: o bem e o mal.

A cidade encantada

A Disneylândia  foi criada por ele em 1955 tendo como o principal leit motiv o castelo bávaro de Neuschwanstein, pertencente a Luís II da Baviera que morreu tragicamente no Lago de Stranberg.

Pessoas do mundo inteiro visitam suas famosas dependências, para ali  encontrarem esse mundo de fantasia: os Castelos, a Branca de Neve, a Cinderela e outros personagens que fizeram a alegria de várias gerações…

 
A mudança do mundo dos castelos para a realidade virtual

Concomitantemente duas “cidades” foram criadas ao mesmo tempo. Os castelos medievais, as histórias de fadas e bruxas e por outro lado no Brasil chega, em São Paulo, por volta de 1957, trazido pelo governo do Estado o primeiro computador, para ajudar nos cálculos do consumo de água. Nem pensar, na tecnologia wi-fi, capacidade  de memória ou processadores, nada disso. Mas foi um início de um processo.

 
O celular e a infância

A técnica aprimorou os aparelhos, apareceu a inteligência artificial, os castelos desmoronaram, as bruxas e fadas se transformaram em super-heróis e o bebê, quase, apreende a mexer no celular e tablet antes  de andar ou mesmo falar. Inúmeros artigos, de profissionais das mais variadas áreas, alertam os pais sobre a má influência física e psicológica do uso e abuso desses equipamentos, junto às crianças.

 
Efeitos negativos sobre o desenvolvimento físico e mental na criança

A  Academia Americana de Pediatria desaconselha a exposição de mídia de tela para crianças menores de 2 anos de idade. Manter a TV e os aparelhos eletrônicos conectados à internet fora do quarto das crianças. Manter horários de “recolher” para as mídias eletrônicas e não permiti-las nas refeições.

Os Pais preocupados com a influência das “telas” na vida de seus filhos procuram soluções, para proteger seus filhos das influências maléficas da   tecnologia de ponta e tentam despertar em suas almas os segredos escondidos nos castelos interiores, que eles mesmo tiveram na infância.
  

 
Comentários
Maurício - 26 de Agosto de 2019
Que maravilha poder ter contato com as belezas e encantos que encontramos nos Arautos e seus castelos!. É a evangelização pelo pulchrum! Que restaura nosso entusiasmo e inocência! E como hoje em dia a cultura do feio, do bizarro, dos "bons monstrinhos" povoam os desenhos e filmes assistidos por nossas crianças um verdadeiro atentado à inocência!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Maurício - 26 de Agosto de 2019
Excelente artigo, pois nos chama a atenção para um triste fato que verificamos e que agride e ataca nossas crianças e jovens. Uma verdadeira idolatria do que é feio e uma inversão de papéis, colocando os mais em destaque e os bons como bobos. Nós Arautos aprendemos justamente o contrário, a evangelização é através do belo e a Santa Igreja é exaltada e colocada em seu devido lugar. Aprendemos os tesouros escondidos da doutrina e refrigerantes nossas almas com as belas construções do grupo!
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Participante - 26 de Agosto de 2019
Linda e uma maravilha. Não tenho palavras para descrever
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Alexandre - 27 de Agosto de 2019
Como tudo o que se lê aqui, artigo muito bom. Há anos o encanto pelo maravilhoso vem sendo retirado de nossas crianças. O mundo eletrônico (movido sabe-se lá por que/quem) tomou completamente a cabeça delas, produzindo a quebra da inocência ainda nos primórdios da vida.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ana Raquel - 30 de Agosto de 2019
Entendo perfeitamente que o mal que as telas causam nas pessoas, principalmente às crianças é devastador. E que a elevação de alma e prática das virtudes a qual os Arautos pelo simples fato de existirem impulsionam a todos quantos deles se aproximam. E até mesmo naqueles que se sentem repelidos por sua incapacidade de aderir a tão alto chamado, não podem se não empenhar esforços para com calúnias, injúrias e difamaçoes afastarem os de espíritos pulsilânimes para que, permanecendo em sua indolelência continuem a viverem num conto de fada muito muito longe dos castelos.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O esplendor da arquitetura e “castelos” dos arautos – Eco Arautos - 11 de Setembro de 2019
[…] Todos podem ver o que escondem as muralhas desta igreja: aos domingos o portão é aberto nas horas de missa, e todos podem contemplar a arte gótica da capela do “castelo” dos Arautos do Evangelho. […]