Consagração a Nossa Senhora


Por que preciso fazer um curso para me consagrar?
 
AUTOR: PE. RICARDO BASSO, EP
 
Decrease Increase
Texto
Solo lectura
0
0
 

Por que preciso fazer um curso para me consagrar?

Quando São Luís Maria Grignion de Montfort escreveu o Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, ele procurou fazê-lo de uma maneira bem didática, para que as pessoas compreendessem bem a doutrina e não encontrassem dificuldades em praticar os exercícios sugeridos.

Afinal, o objetivo dele não era escrever um compêndio de Teologia, mas sim oferecer um método prático e acessível, que levasse um grande número de pessoas a consagrarem suas vidas a Nosso Senhor Jesus Cristo pelas mãos de Maria, com o objetivo de fortalecer as fileiras do bem, tendo em vista o Reino de Maria.

É possível fazer a Consagração sozinho, sem participar de um curso? Sim, nada impede. Como poderá ser visto adiante, o fundador dos Arautos do Evangelho, Monsenhor João Clá Dias, assim como o seu formador espiritual, Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, fizeram a preparação e a Consagração sozinhos, cada um a seu tempo. Muitas pessoas fizeram dessa forma.

Por que então fazer um curso?

São vários os motivos que tornam importante participar de um curso de preparação. Vejamos alguns deles:

1) Incentivo à perseverança

Quando algo nos interessa muito, é comum ficarmos entusiasmados e nos entregarmos a ele com empenho e animação. Porém, passado o período inicial em que tudo é novidade, é tendência normal do ser humano diminuir o interesse. Surge a tentação de adiar o cumprimento do propósito inicial, e se deixar tomar pelo desânimo.

Mesmo que a pessoa goste muito e tenha facilidade para ler, a preparação para a Consagração segue uma dinâmica lógica, feita de etapas; assim, convém ser distribuída numa determinada quantidade de dias. 

Sozinha, a pessoa pode se perder no estudo com mais facilidade. Mas, reservar um tempo determinado ao estudo todos os dias, se possível no mesmo horário, ouvir as explicações do professor, fazer as meditações, acompanhar os exercícios (orações), enfim, executar o ciclo daquele dia, faz com que a pessoa abarque o conteúdo necessário e se prepare para o dia seguinte.

2) Possibilidade de tirar dúvidas

O Tratado não é um compêndio de Teologia, um livro complexo e difícil, mas também não se trata de um texto superficial. O autor discorre sobre temas profundos e muito importantes, abordando alguns aspectos que não são do conhecimento geral, que precisam ser refletidos, meditados e, muitas vezes, requerem pesquisa e consulta a outras fontes. 

Fazendo um curso, o aluno estará assistindo às aulas preparadas por um professor que estudou com cuidado o assunto e está preparado para responder as perguntas e sanar as dúvidas que possam surgir. 

3) A certeza de não estar caminhando sozinho

Outro ponto fundamental para se fazer um curso de preparação para a Consagração é a certeza de não estar caminhando sozinho. A vantagem do curso online é não haver limites para as inscrições, e há turmas com milhares de participantes. Isso constitui um dos principais incentivos: saber que há um grande número de pessoas, de diversas partes do Brasil, e até mesmo de outros países, caminhando juntas no mesmo ideal, buscando fazer a vontade de Deus, conhecer mais sobre Nossa Senhora e a Santa Igreja Católica. 

Mesmo que cada aluno assista às aulas sozinho ou apenas na companhia de um ou outro familiar, em seu computador ou celular, só o fato de saber que há muitas pessoas assistindo às mesmas aulas, rezando as mesmas orações e se preparando juntas para se consagrarem a Jesus pelas mãos de Maria, dá um grande sentimento de união, de comunhão, de pertença.

4) Revisão do conteúdo estudado

As aulas ficam disponíveis para consulta. Dessa forma, os alunos podem revisitar o conteúdo das aulas anteriores, rever aquelas que mais chamaram a atenção e, muitas vezes, se aprofundarem no significado de determinados tópicos.

Durante o curso, os alunos deverão fazer a leitura do Tratado. Como já dissemos, não se trata de um livro superficial e, em muitos momentos, a leitura é densa, pois requer pressupostos, mas se torna muito mais facilmente compreensível à luz da explicação dada nas aulas. Leitura e aulas assistidas se tornam, assim, um todo bem coeso que evidencia a riqueza e beleza do tema.

5) Força para vencer as tentações

Não é novidade que estamos no meio de uma guerra espiritual, que se acentua mais a cada dia. “Não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal espalhadas nos ares” (Ef 6, 12). 

O demônio fica furioso cada vez que alguém decide se aproximar de Jesus e entregar a Ele toda a sua vida, seus bens e até mesmo os seus pensamentos e o mérito de suas boas ações, ainda mais quando essa entrega é feita por intermédio de Maria. Por isso, quando alguém começa a se preparar para a consagração, o demônio se utiliza de muitas artimanhas e tentações a fim de distrair, desestimular e levar a pessoa a desistir de seus bons propósitos.

Estas são algumas das razões pelas quais é importante e vantajoso participar de um curso de preparação para a Consagração, como atestam alguns depoimentos publicados a seguir:

“Hoje na aula me senti tão emocionada com as cinco formas de devoção verdadeira: interior, terna, santa, constante e desinteressada e o vídeo gregoriano da oração da Salve Rainha mexeu muito comigo. Nossa!!! Sem palavras…”
(L.H.C.)

“Prezado Padre Ricardo. Eu não sei como agradecer estas lindas e tão esclarecedoras aulas. Estou rezando e entregando a Maria toda a felicidade que tenho sentido.” 
(M.C.S.R.)

“Olá Padre Ricardo (nome de meu pai, falecido) boa noite. Está sendo maravilhoso o curso com a vossa apresentação. Inclusive já convidei a minha amada mãezinha, de 82 anos, para fazer comigo e ela está adorando também. Deus te abençoe Padre Ricardo!”
(L.L.R.)

“Salve Maria! Minha família inteira está se consagrando, desde meu irmão, que pediu para se consagrar e está assistindo às aulas bem direitinho, ele tem 6 anos, até minha avó que tem 65! Agradecemos pela ação do Arautos para nos proporcionar isso!” (T.)

SAIBA MAIS

O que é a Consagração a Nossa Senhora?

Como é feita a Consagração a Nossa Senhora?

Por que me consagrar a Nossa Senhora?

 

 
Comentários